Membresia

Evidência

BAIXE O ARTIGO

O advogado da Coroa finalizou seu resumo. Em sua mente, o acusado era irremediavelmente culpado. O indício era evidente e convincente. Não havia dúvida: o acusado havia cometido o crime e agora teria que pagar.

O advogado de defesa, no entanto, afirmou que a culpa não havia sido comprovada além de uma dúvida plausível. A evidência apresentada foi inteiramente circunstancial. De fato, as evidências apontaram em uma direção diferente e absolveram o acusado. O Júri poderia razoavelmente vir com apenas um veredicto:Inocente!

O que começa o pleito parece justo, até que vem o outro e o examina” (‭‭Pv‬ ‭18.17‬).

O que se pensava ser um caso hermético mais tarde parece estar cheio de buracos.  Toda testemunha é “interrogada” e suas declarações são cuidadosamente examinadas e dissecadas.

A partir dos parágrafos acima, entendemos a importância do testemunho.  A evidência circunstancial não é primária.  Deve haver indícios concretos que una inconfundivelmente o acusado ao crime.

O que é evidência?

Há quem acredite que a teoria da evolução fornece evidências seguras sobre a origem e o desenvolvimento de tudo o que existe. Eu uso este exemplo porque muitos consideram essa teoria comprovada sem nenhuma dúvida. Negar o tema central do evolucionismo significaria contrariar todas as provas científicas. Há simplesmente muita evidência de que a Terra tem milhões de anos.  Na escola pública, tive um professor de ciências que ficou horrorizado com o fato de alguém realmente acreditar no que está na Bíblia. “Contudo …” ele cuspiu: “o evolucionismo foi claramente comprovado e é amplamente aceito”. Eu era apenas um garoto de quatorze anos de idade. Ainda me lembro do nome dele.

Agora, deixo de lado a questão das evidências para o evolucionismo serem realmente sólidas e fortes. Isso é algo para os cientistas discutirem e decidirem.  Eu sou apenas um estudioso da Bíblia. Toc toc. Meu interesse reside principalmente no que a Bíblia tem a dizer sobre algo.

Na verdade, também estou procurando evidências. A evidência que busco não se encontra primeiro no livro da natureza, mas no livro das Escrituras. O que é evidência? Em Hebreus 11. 1, lemos:

Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem.

Vamos levantar as palavras com certeza. A NKJV tem a seguinte tradução: “Agora a fé é a substância das coisas esperadas, a evidência das coisas não vistas”. Retire as palavras substância e evidência. O que acreditamos ser certo e certo, tem substância e evidência.

Talvez aqui esteja a diferença entre cientistas seculares e meros cristãos. Os crentes têm certeza e certeza de que o que a Bíblia diz é indiscutivelmente verdadeiro. Esse é o caráter da fé. A fé não diz “talvez” ou “acho que sim, mas posso estar errado”; a fé diz que é verdadeira e certa. Amém, amém, são palavras favoritas de um crente. A evidência é esmagadora e inegável. A fé diz: nós mantemos como verdadeiro tudo o que Deus revelou em Sua Palavra.

É destacável que a Bíblia oferece diretamente os termos certos e seguros na obra da criação de Deus:

“Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem.” ‭‭(Hb‬ ‭11.3‬)

Os cientistas naturais se concentram no que é visível e quantificável. Alguns usam o termo “difícil ciência”. No entanto, os cristãos primeiro se concentram no que foi revelado na Palavra de Deus. A evidência é reconhecida e adotada pela fé. O Catecismo de Heidelberg explica a fé da seguinte forma: A verdadeira fé é a convicção com que aceito como verdade tudo aquilo que Deus nos revelou em Sua Palavra. É também a firme certeza de que Deus garantiu, não só aos outros como também a mim, perdão de pecados, justiça eterna, e salvação por pura graça e somente pelos méritos de Cristo. O Espírito Santo realiza essa fé em meu coração por meio do Evangelho (P.21).

Um olhar mais atento

É bom olhar com mais atenção para Hebreus 11.1. Há duas palavras para as quais quero pedir sua atenção. A expressão “ter certeza” é literalmente a palavra “hypostasis”. A palavra significa algo que está sob outra coisa como uma base sólida. Tudo é construído sobre essa base imóvel e inabalável.

Os cristãos não esperam algo que talvez seja verdadeiro de uma certa maneira, mas a fé é uma base sólida sobre a qual depositamos toda a nossa expectativa.  Algo é inegavelmente verdadeiro, porque Deus o revelou em sua Palavra.  Sabemos que Deus que criou este mundo também está criando um novo céu e uma nova terra através de Jesus Cristo, nosso glorioso Salvador.  Os cientistas não podem provar ou refutar isso.  É uma questão de fé.

Depois, há a segunda palavra “elenchos”.  Esta palavra significa certeza e convicção.  É a prova convincente que determinou um experimento ou debate.  Em outras palavras, não estamos lidando com evidências circunstanciais, mas com provas convincentes e evidências concretas.  Caso encerrado.  O juiz recolheu suas vestes, ajeitou a sua peruca, acenou com a mão e saiu do prédio.

Evidência convincente

Hoje, há acadêmicos cristãos que a torto e a direito (Latim: nolens volens) sucumbiram ao pensamento secular.  Eles o fazem porque sentem que a “ciência” forneceu uma prova indubitável de que a Terra tem milhões de anos e que as coisas evoluíram por um longo período de tempo.

A evidência é tão convincente, eles sugerem, seria tolice se opor a ela ou ensinar de outra forma.

Daí a reação feroz quando sugeri que o evolucionismo é apenas uma teoria.  Pelo contrário, disseram-me, não é uma teoria, mas uma teoria científica.  Uma teoria, você deve entender, é uma personificação de algum princípio geral que o torna parte de uma teoria maior.  Uma teoria no sentido científico é algo que foi provado sem qualquer dúvida.

Fé e ciência são estranhos companheiros de cama.  Fé é ter certeza de algo que você não vê e não pode provar empiricamente.  A ciência é baseada no que é visível e demonstrável.  Isso não significa que toda a ciência esteja errada.  Significa que a ciência deve ocupar um lugar humilde, sem reivindicações grandiosas que militam contra as Escrituras.

Estamos cercados por uma grande nuvem de testemunhas.  O caso está encerrado!


Artigo publicado originalmente na christianstudylibrary.org.

Tradução: Alaíde Monteiro.

Revisão: Ester Santos.

O website revistadiakonia.org é uma iniciativa do Instituto João Calvino.

Licença Creative Commons: Atribuição-SemDerivações-SemDerivados (CC BY-NC-ND). Você pode baixar e compartilhar este artigo desde que atribua o crédito à Revista Diakonia e ao seu autor, mas não pode alterar de nenhuma forma o conteúdo nem utilizá-lo para fins comerciais.

Próximo artigo Êxodo 33:15 - Não satisfeito por ser salvo sozinho
Artigo anterior Introdução à Oração

Artigos relacionados

Comentários com o Facebook (0)

Comentários com o Wordpress (0)

0 Comentário

Ainda não há comentários!

Você pode ser o primeiro a comentar este artigo!

Deixe um comentário

cinco + 18 =